Trabalhar com game

Ah, então você quer trabalhar com jogos?

Olá olá, aventureiros e aventureiras!

Hoje nós viemos aqui para responder a uma das questões fundamentais do universo e da natureza humana: “como que eu faço para trabalhar com jogos?”. Sim sim, nós sabemos que essa indagação também ecoa dentro dos limites do seu lindo craniozinho, então nós compilamos algumas informações importantes para que você conheça melhor tanto o mercado online quanto o offline de games e se sinta mais seguro em sua decisão profissional. Bora lá?

Fonte: iStock

O gigante do mercado de games

Para começar, vamos falar sobre o mercado em si. Se você ainda tinha alguma dúvida sobre estabilidade e progressão de carreira, pode ficar sussa. Nos últimos 5 anos o mercado de jogos, sozinho, ultrapassou os dois maiores gigantes do entretenimento juntos, o cinema e a música.

Neste ano de 2020, a previsão é de que a indústria de games, tanto digitais quanto de tabuleiro, gere US$159,3 bilhões de doletas americanas. Um crescimento de 13,3% em relação ao ano passado, isso num ano de crise!

O mercado nacional não fica atrás. Aqui em terras tupiniquins a estimativa é de que o mercado de jogos cresça 5,3% ao ano até 2022 e gere aproximadamente 1,7 bilhões de dólares, sendo considerado o maior da américa latina.

Fonte: NewZoo / Faturamento global do mercado de games em 2019, atualização de Outubro

Tudo isso é muito bom e muito bonito mas afinal, o que fazer dentro de um mercado tão gigantesco? Dá só uma olhada.

Uma hidra do bem

Quando você decide trabalhar com jogos você compreende muito bem qual foi a sensação de Héracles (Hércules, para os romanos) quando deu de cara com a hidra de Lerna. A diferença, nesse caso, é que cada cabeça seria um golden retriever felizudo tentando te lamber. O mercado pode parecer vasto e assustador, mas quando você passa a conhecer ele, percebe que é tranquilo e muito receptivo.

Por ser um nicho relativamente recente, a competição ainda é saudável e é muito comum você encontrar pessoas que estejam dispostas a te ajudar.

A estimativa é de que haja espaço para pelo menos 200 carreiras diferentes dentro da indústria de games, mas que podem ser agrupadas em mais ou menos 5 áreas distintas que funcionam tanto para videogames quanto jogos de tabuleiro. Essas são:

  • Desenvolvimento

Se a sua pegada é juntar ideias prontas e botar elas pra funcionar, essa aqui é pra você. Um game developer, ou desenvolvedor de jogos, trabalha principalmente com o “bruto” da estrutura funcional de um game.

Nos videogames, é ele quem faz o personagem pular, atacar, torna o cenário interativo etc. Já nos boardgames, o trabalho de um desenvolvedor é muito similar ao do designer e envolve a criação da narrativa, jogabilidade e regras, uma vez que não há necessidade de programação.

Se você curte ou já trabalha com algumas as áreas e formações abaixo, ser um desenvolvedor vai ser massa pra você:

  • Programação
  • Ciências da computação
  • Engenharia da computação
  • Sistemas de informação
  • Desenvolvimento de software
  • Desenvolvimento de jogos
Fonte: Scythe, StoneMaier Games / Divulgação

  • Design

Quando falamos em game design, falamos de um universo à parte dentro dos games. Essa é sem dúvidas a área mais abrangente e diversa neste mercado e o que não falta é oportunidade.

Se você é criativo e gosta de dar asas à sua imaginação, aqui é o seu lugar. Dá uma olhada em algumas oportunidades que você encontra no design de jogos:

  • Character design;
  • Environment design;
  • VFX;
  • Concept Art;
  • Design de tabuleiros;
  • Regras e manual de uso;
  • Design de Produto;
  • Storytelling;
  • Visual storytelling;
  • Arquitetura;
  • Theorycraft;
  • UI / UX;
  • Design de áudio.
Fonte: Wizards of the Coast / Divulgação

  • Marketing

O marketing é uma área genérica e pode se encaixar em todo e qualquer ramo ou mercado, e na indústria de games não é diferente. Aqui você encontra a divulgação, criação de identidade e comunicação com o público.

O marketing é perfeito para pessoas comunicativas, que gostam de expressar suas ideias e apresentar novos conceitos e produtos. Se você deseja “falar” pelo jogo ou pela marca, se relacionar diretamente com a comunidade e criar esse vínculo entre a empresa e os outros jogadores, é aqui que você vai dominar. Dentro do marketing você pode trabalhar com:

  • Produto;
  • Inbound Marketing;
  • Neuromarketing;
  • Consultoria;
  • Marketing Digital;
  • Endomarketing;
  • E-commerce;
  • Marketing de Relacionamento.
  • Produção executiva

A produção executiva é a irmã fria e calculista do design, o que não é nada mal, já que alguém nessa casa precisa ter os pés no chão. O papel do produtor executivo é analisar os aspectos objetivos da produção, como: orçamento, viabilidade, cronogramas e metas.

É ele quem traça o caminho pelo qual o projeto deve seguir, desde sua concepção até a produção final. Ele acompanha praticamente todas as etapas e precisa ter pelo menos um conhecimento superficial sobre as outras áreas para garantir que tudo rode conforme o planejado.

Você com certeza vai curtir a produção executiva caso também se identifique com:

  • Administração;
  • Contabilidade;
  • Gestão de projeto;
  • Desenvolvimento estratégico.
  • Player

Por fim, uma das maneiras como você pode entrar no mercado de games é jogando! Se os seus planos dentro do mercado de games é poder jogar o dia inteiro e ainda descolar uma grana com isso, então pode botar um sorrisão na cara porque isso é possível sim.

Atualmente, diversas plataformas de streaming como a Twitch e a Azubu têm apoiado mais e mais os seus criadores de conteúdo, por exemplo. Então se o seu foco é ser um gamer em tempo integral, dá uma olhada no que você pode fazer:

  • Streamer;
  • Produtor de conteúdo;
  • Blogueiro de jogos;
  • Pró-player;
  • Game tester.
Fonte: Jogadora profissional brasileira Júlia “Mayumi” Nakamura, Riot Games / Divulgação

E esse é só o começo

Viu? Área é o que não falta. E isso é porque citamos apenas alguns dos profissionais que trabalham diretamente com a produção do jogos, seja online ou offline. Se você quiser ter ideia de algumas áreas existentes dentro desse mercado, dá uma olhada nas vagas que a Riot Games disponibiliza.

Bom, por hora é isso! Se você tiver ainda alguma dúvida sobre o mercado de jogos, áreas de atuação e coisas do tipo, pode mandar uma mensagem aqui mesmo ou pelo nosso instagram no @universotabula que a gente fica mais do que feliz em ajudar.

Até a próxima!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *